segunda-feira, 12 de novembro de 2012

SANTOS E DE BEM COM A VIDA

Por que toda vez que ouvimos a palavras "santidade", nos lembramos de coisas sérias, tristes e frias? Por que a santidade precisa se alimentar sempre de dor e de sofrimento? Por que a santidade pregada nas igrejas exige uma postura de divórcio com a vida? Por que a santidade precisa da negação do corpo? Por que a santidade não pode ser uma ato de alegria, de vitalidade, e de afirmação das potencialidades positivas da vida? Nesta reflexão, o Pr. Wellington Santos tenta corajosamente enfrentar essas perguntas. Sua mensagem se utiliza de diversas passagens bíblicas, para nos mostrar que há outros padrões de santidade na Bíblia, em que não precisamos ficar "de mal com a vida". Quer saber como?

Então CLIQUE AQUI!

Paz pra você !!!