Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2013

7 ESTAÇÕES PARA UMA NOVA VIDA (2ª edição)

Imagem
Proposta: Introduzir, durante sete semanas consecutivas, os(as) estudantes nos temas básicos e fundamentais da vida cristã, como: conversão, santificação, integração na comunidade, batismo, mordomia, e outros. Oferecer uma visão panorâmica da história da IBP e dos seus ministérios. Preparar os crentes para um compromisso maior com o Evangelho e com a IBP, visando a busca por maturidade, com simplicidade e profundidade.
Público-alvo: Novos convertidos, aspirantes ao batismo, aspirantes a tornarem-se membros da IBP por carta de transferência ou aclamação, e pessoas desejosas de aprofundar ainda mais seu compromisso com a simplicidade do Evangelho e com a vida comunitária na IBP.
Período: De 06/02 a 20/03/2013.
Dia/hora/local: Todas as quartas-feiras, às 19:30h na IBP.
Inscrições: Na secretaria da IBP (até o dia 04/02).
Abraços !!!
Pr. Paulo Nascimento

SABER PEDIR. SABER RECEBER

Por Jorge Fireman Aos 26 anos tinha um corpo ativo e com autonomia. Pedalar era a minha paixão. Sentia-me feliz, mas algumas coisas me inquietavam. Não me considerava humilde, apesar de gostar de ajudar as pessoas. Também não gostava de pedir ajuda. Tinha o lema: “quem quer bem feito, faz”. Sentia que esse comportamento incomodava as pessoas e a mim. Pedia a Deus para ser mais humilde e viver tranquilo com estas questões. Meu pedido foi atendido. No ano de 2003 fui atropelado quando guiava minha bike indo a caminho do trabalho. Parece loucura, mas o acidente me trouxe a oportunidade de ser mais humildade e menos orgulhoso. O mais maravilhoso de tudo foi o mergulho na fé. Na época do acidente eu estava cursando o último semestre da faculdade de Educação Física. Fazia muitos planos, inclusive ir embora para a Europa. Com todos os desafios consegui concluir o curso de EDF. Hoje, sou funcionário público concursado e professor universitário. Graças a Deus !! A perda da autonomia tumultua a men…

PROVIDÊNCIA DIVINA

Imagem
Fraternidade e Paz!
Hoje recebi a visita de dois anjos.

O mais interessante é que eles não eram brancos, nem tinham asas, nem auréolas douradas, não vestiam grandes batas brancas, não voavam e nem foram enviados por Deus para trazerem um carro, casa própria e nem nenhuma dessas coisas que vemos todos falarem por ai. O contrário de tudo isso são os meus anjos. Eram morenos (mas pelo sol do que pela cor da pele)não precisavam de asas pois dominavam as rédeas de uma carroça de burro muito bem. Suas camisetas e shorts comuns como a de qualquer um de sua idade, e o mais importante, vieram trazer a mais pura jóia já encontrada até hoje no sertão. Mas preciosa que carros e casas. Um deles com jeito desconfiado e ao mesmo tempo decidido atendia pelo nome de Gabriel. 

Meu anjo Gabriel, junto com seu irmão, vieram trazer alegria, consolo, providência Divina. Meus anjos vieram hoje me presentear com ÁGUA, para abastecermos nossos potes, jarras, cântaros, caixas d'água e nossas vidas. O mais int…

RELATO SOBRE PALESTINA-AL

Imagem
Por Danielly Caldas Na imensidão do nosso sertão há muita judiação. Tempo de seca que apresenta aos nossos olhos um cenário de desolação. Mas algo chamou-me atenção, no meio de tanta sequidão uma árvore frondosa de folhas viçosas contraria a seca e mostra que ainda há vida no sertão. Seu nome é juazeiro e não sei explicar, quanto mais o sol castiga mais vida ele tem a mostrar. Suas folhas verdes lembrou-me esperança, esperança de um povo guerreiro que apesar do sol que castiga, da água que falta, do alimento escasso e do coronelismo que impera, guerreia com fé e esperança. Espírito guerreiro como o do menino Sandorval, menino morador do povoado Lagoa da Arara, que aos dez anos com um olhar empreendedor começou a colher caju e retirar as castanhas para vender. Com o tempo juntou dinheiro o suficiente para comprar sua primeira ovelha e desde então Sandorval só tem crescido para ajudar a sua mãe. Espírito guerreiro do jovem músico Cicinho, morador de um assentamento , cuida dos seus três fi…

VIAGEM PARA EVANGELIZAÇÃO? SERÁ?

Imagem
Por Rogério Leite
No último fim de semana, estivemos na cidade de Japaratinga, litoral norte de nosso Estado. Com o pretexto de evangelizar, fui com Gleide e Rian, juntamente com alguns poucos irmãos de nossa igreja aquele município. Já o conhecia, principalmente sua belíssima praia que, por sinal, fica defronte à casa em que está instalada a Congregação da Igreja Batista do Pinheiro em Japaratinga.
Usei a expressão “pretexto” porque, sinceramente, não foi este o motivo que me levou a Japaratinga. Quando a inscrição da viagem missionária foi aberta, pensei comigo que esta seria uma ótima oportunidade de fazer um turismo de veraneio, afinal estamos no mês de janeiro.
Parece-me, no entanto, que Deus não planejava para mim a mesma coisa que eu. Afirmo isto, devido a alguns episódios responsáveis por esta reflexão.
Ao chegarmos sexta-feira, tivemos uma rápida reunião dirigida pelo Pr. Wellington, o qual determinava algumas diretrizes para o bom andamento da viagem, tais como: tarefas, horário…