NOTA DA ALIANÇA DE BATISTAS DO BRASIL


NOTA de Apoio às Manifestações 
populares e democráticas em nosso País

A Aliança de Batistas do Brasil (ABB) organismo de identidade batista e caráter ecumênico baseada em seu compromisso com a “defesa da causa dos empobrecidos e proscritos da sociedade” e com a luta pela justiça conforme registrada em sua carta de princípio vem a público manifestar total e irrestrito apoio às manifestações populares e democráticas que vem acontecendo em todo território nacional, desencadeada pelo movimento “Passe Livre”, cuja pauta principal se baseia na reinvindicação de um transporte público de qualidade e com tarifas mais justas e menos abusivas ao tempo que também denunciam os valores imorais que foram e estão sendo gastos na construção dos estádios de futebol para receber a copa das confederações e a copa do mundo em 2014.
Nossa nação continua sofrendo com a falta de infraestrutura básica (saneamento, educação pública de qualidade, saúde, segurança, emprego entre outras necessidades de primeira hora), enquanto assistimos à nação se dobrando a regras da FIFA e aceitando suas condições injustas e excludentes que afastam nosso povo trabalhador daquela que seria a festa do povo e do esporte. Lamentavelmente o que temos assistido é uma “festa” do esporte preparada para o desfrute dos estrangeiros e dos bem aquinhoados do nosso injusto e desigual país.
Aproveitamos o ensejo para manifestar - nos contra a PEC 37 que visa castrar o direito do MP de continuar fazendo investigações e ao mesmo tempo lamentar a forma como vem sendo tratada a agenda indígena em nosso país. Nosso desejo é que estas manifestações contagiem a nação levando-nos a vencer o comodismo e através da luta democrática, o povo brasileiro possa ter sua voz e direitos respeitados.
Que o gigante chamado Brasil possa acordar do sono alienante que acaba por beneficiar alguns poucos. Ficar deitado em berço esplêndido nunca é o caminho para construirmos uma nação verdadeiramente democrática, livre, justa, pacífica e fraterna. Sair às ruas é um direito legítimo, desde que as pautas reivindicadas, sejam pautas coletivas e que visem o bem-estar de toda uma nação.

18 de junho 2013.
Pra. Odja Barros – Presidente

Postagens mais visitadas deste blog

SERMÃO DE NATAL (texto completo)